musicas.mus.br

Letras de músicas - letra de música - letra da música - letras e cifras - letras traduzidas - letra traduzida - lyrics - paroles - lyric - canciones - DE SUA FORMOSURA - CHICO BUARQUE - música e letra

Utilize o abecedário abaixo para abrir as páginas de letras dos artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

De Sua Formosura letra


De sua formosura
deixai-me que diga:
é belo como o coqueiro
que vence a areia marinha.
Belo como a última onda
que o fim do mar sempre adia.
É tão belo como um sim
numa sala negativa.

De sua formosura
deixai-me que diga:
é tão belo como um sim
numa sala negativa.
Belo porque é uma porta
abrindo-se em mais saídas.
Belo como a coisa nova
na prateleira [até então] vazia.*

De sua formosura
deixai-me que diga:
Belo como a coisa nova
na prateleira [até então] vazia. *
Como qualquer coisa nova
inaugurando o seu dia.
Ou como o caderno novo
quando a gente o principia.

De sua formosura
deixai-me que diga:
é belo como o coqueiro
que vence a areia marinha.
Belo como a última onda
que o fim do mar sempre adia.
É tão belo como um sim
numa sala negativa.

Belo porque é uma porta
abrindo-se em mais saídas.
Belo como a coisa nova
na prateleira [até então] vazia. *

De sua formosura
deixai-me que diga:
Belo como a coisa nova
na prateleira [até então] vazia. *
Como qualquer coisa nova
inaugurando o seu dia.
Ou como o caderno novo
quando a gente o principia.

* No poema "Morte e vida severina" de João Cabral de Melo Neto consta "(...) Belo como coisa nova/ na prateleira até então vazia". Na música, Chico Buarque adapta o verso para "(...) Belo como coisa nova/ na prateleira vazia".

Chico Buarque - Letras

©2003 - 2017 - musicas.mus.br